Conceição do Araguaia, Pará, Brasil​

Siga

Conceição do Araguaia, Pará, Brasil​

Siga

Ajude na formação dos futuros sacerdotes

Ajude na formação
dos futuros sacerdotes

“Todo católico brasileiro deveria ir ao Círio de Nazaré!”

Foto: Paulo Amorim/Sipa USA via Reuters Connect. Disponível em: https://noticias.cancaonova.com/igreja/grande-procissao-do-cirio-de-nazare-e-concluida-em-belem-pa/

Talvez você já tenha visto alguma notícia ou alguma informação sobre a maior procissão do mundo, ou até mesmo acompanhou aquele mar de gente andando pelas ruas de Belém pela televisão; melhor: talvez já deu aquela vontade de participar ou você já até participou desse grandioso evento. E, nesse sentido, o que é viver o Círio de Nazaré?

Pois é! Se você perguntar para qualquer um dos seminaristas (quase todos) da nossa Diocese, saberá muito bem, pois do dia 5 ao dia 9 de outubro de 2023, eles, juntamente com Padre Otávio (reitor do Seminário), estiveram em Belém, capital do nosso estado, para participarem de algumas programações do tão famoso Círio de Nazaré.

Na quinta-feira (dia 5), após quase doze horas de viagem, participaram da Missa de apresentação do novo manto da imagem peregrina, no incrível e belo Santuário Basílica de Nossa Senhora de Nazaré. Desde então, já puderam sentir o quão forte é a fé e a devoção daquele povo. Na verdade, ao chegar próximo à capital, já se sente que é “Círio outra vez”, pois é possível encontrar peregrinos que saem de tão longe (a pé) para pagarem suas promessas.

Nos demais dias, aproveitaram para participar dos demais eventos que giram em torno do Círio de Nazaré, dos quais: peregrinação da imagem pelas ruas de Belém (onde se juntaram aos servidores do Regional Norte 2 da CNBB para uma singela homenagem), o Círio fluvial, a “descida do Glória”, Missa da Trasladação, etc. E, é claro, aproveitaram também para percorrer alguns pontos turísticos da cidade, que oferece uma gama de possibilidades. Aliás, o simples andar pelas ruas do centro histórico já dão uma ideia do quanto Belém tem a oferecer histórica, cultural e religiosamente falando.

Mas a grande expectativa dos seminaristas foi em torno do grandioso dia: o domingo. Então, no dia 08 de outubro, acordaram bem cedo para irem até à Catedral Metropolitana de Belém para lá participarem da Santa Missa e, em seguida, acompanhar, por mais de quatro horas, a maior procissão religiosa do mundo: o Círio de Nazaré.

Gente!… pra onde você olha é possível ver muitas pessoas reunidas- seja na Praça da Catedral e nas ruas, seja nas sacadas dos prédios e residências- motivadas por um único propósito: demonstrar a fé e a gratidão à Mãe de Jesus e de todos nós.

Após a Missa, deu-se início à procissão, onde nossos seminaristas, juntamente com Padre Otávio, tiveram lugar privilegiado: ali, à frente da berlinda que leva a imagem de Nossa Senhora. Nesse lugar, puderam ver também algo ímpar: milhares de pessoas erguendo suas mãos em direção da berlinda e se emocionando, com certeza, pela gratidão por uma graça alcançada ou, simplesmente, por reconhecerem que têm uma Mãe tão bondosa.

O seminarista Luís Filipe relata um pouco sobre:
“Minha experiência no Círio foi como um retiro. Diante das súplicas daquele povo, eu me perguntava o que tanto o atraía […]. Muito me chamou atenção aquele povo em busca de algo maior, com seus pedidos e súplicas simples, talvez na busca de algo que acenda o sentido da vida humana, algo que talvez não seja fácil explicar por palavras”.

E na procissão, não havia carros de som, alguém à frente da animação…Não! É o povo que anima e que se expressa de diferentes formas e jeitos. A cada estação (ao todo, são cinco), uma homenagem diferente: às vezes, com pessoas famosas; outras, com pessoas desconhecidas, mas com o mesmo espírito de fé e devoção.

E após horas de romaria, o cansaço era grande, porém não maior do que o sentimento de gratidão e vitória pela conclusão de uma procissão tão bela e tão significativa.

Aqui, se falou de alguns pequenos pontos e características do Círio, mas que são incapazes de descrever aquilo que ele realmente é. Nesse sentido, o seminarista Leisson falou algo interessante: “todo católico brasileiro deveria ir ao Círio de Nazaré”.

Nesse sentido, fica aqui a sugestão: um dia, viaje a Belém e conheça o que é o Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Amém?!

Texto: Sem. Antonio Edney
Fotos: Seminaristas e Padre Otávio

DESTAQUE

ÚLTIMAS POSTAGENS

Morre, na Itália, o Padre Renato Trevisan

Santa Missa do Crisma, celebrando a Unidade da Fé

Em Xinguara, João Paulo e Samuel Lima são ordenados diáconos